Data Driven & Real Time

Tomar decisões baseadas em dados é um procedimento padrão para muitas empresas, mas muitas ainda olham para indicadores antigos ou atrasados. Para se destacar entre outros players e alcançar resultados maiores, as empresas precisam se basear em dados real-time para direcionar esforços e estratégias.

Estamos no Sec. XXI e a esta altura sabemos que você, executivo, baseia-se em dados para a tomada de decisão. Você deve olhar indicadores como uma DRE, as vendas líquidas, o número de clientes retidos, o tráfego mensal do site, entre outros. Todos esses dados têm algo em comum: são dados retroativos, extraídos naquele dia, naquela semana, mês, ano…

O cenário de forte competitividade tem pressionados as empresas para que o planejamento e as decisões sejam extremamente assertivas. Não há mais margem para erro pois uma estratégia mal elaborada pode trazer impactos negativos – às vezes irreversíveis – para os resultados e para as marcas.

Além disso, as tecnologias revolucionaram a jornada do consumidor, que apesar de ainda contar as mesmas fases do funil de conversão (descoberta, interesse, consideração e finalmente a aquisição) hoje já não são tão lineares, mas por serem cada vez mais digitais, deixam rastros de dados que podem, e devem, ser mensuráveis.

Estas circunstâncias impulsionaram a cultura data-driven de muitas organizações evoluindo as análises de indicadores do passado para um acompanhamento real-time de dados. Um estudo conduzido em 2018 pela Harvard Business Review com 560 executivos dos 5 continentes trouxe insights interessantes sobre o cenário:

  • 70% das empresas investiram em soluções voltadas à análise em tempo real de dados de consumidores;
  • 60% das empresas fazem uso dessas análises de clientes visando proporcionar melhores experiências nos mais diversos pontos de contato, independente do dispositivo utilizado;
  • 58% observaram aumento da retenção e da lealdade de clientes como resultado do uso das análises real-time;
  • 44% conquistaram novos clientes e aumentaram a receita após adoção das análise.

Esses números mostram que há entendimento por parte das empresas de que a evolução das análises de dados retroativos para o modelo real-time é uma tendência que vem ganhando espaço por sua importância no processo de tomada de decisão e no impacto que traz aos resultados dos negócios.

Data Driven & Real Time na prática

Ao longo de nossa jornada no marketing de performance, sempre nos voltamos aos dados para estabelecer, implementar e operacionalizar estratégias com foco em resultados para nossos clientes. Alguns deles possuem lojas virtuais e sentimos a necessidade de ter acesso mais ágil às informações para que pudéssemos impulsionar ações e contribuir para o cumprimento das metas.

Entre as ferramentas disponíveis no mercado, não encontramos uma que nos atendesse a altura dos desafios de nossos clientes. Foi assim que nasceu a plataforma RTE – Real Time E-commerce, um conjunto de dashboards para lojas virtuais que monitora resultados de vendas e metas em tempo real.

Com a nossa ferramenta é possível realizar diversas segmentações como a lista de produtos que estão sendo mais vendidos no momento, os dispositivos que estão sendo mais utilizados pelos visitantes da loja, as mídias e canais que estão trazendo o maior número de usuários, entre outras opções que suportam a análise de campanhas e aceleram o processo de otimizações.

Apesar do foco para a tomada de decisão em tempo real, a RTE também armazena histórico que podem ser utilizados para futuras análises avançadas e que auxiliam a identificação de possíveis tendências e oportunidades de venda, numa estratégia conhecida como Advanced Analytics e que vem ganhando protagonismo em empresas líderes de mercado. Mas isto é assunto para outro texto.

Quer saber mais? Entre em contato e confira como podemos ajudar sua empresa!

SEO, BI & IT Director

Victor Magalhães

Desde 2001 no mercado digital, atua em projetos de performance de SEO/BI para clientes de Grande e Médio porte.