Advanced Analytics

Mais do que analisar dados retroativos, muitas empresas precisam ir além utilizando a técnica de Advanced Analytics. Com ela, é possível realizar análises preditivas e descobrir tendências ou padrões que suportem o planejamento e a tomada de decisão.

A sociedade sempre teve fascínio por imaginar e prever o futuro, mas sabemos que as respostas que procuramos não estão em bolas de cristal. O adereço místico fica hoje reservado à cenários de filmes ou peças teatrais, e no mundo real o instrumento assume o formato de ferramentas sofisiticadas realmente capazes de antecipar tendências.

Então é possível prever o futuro? Sim! Pelo menos no mundo dos negócios. Para isso, aplicam-se técnicas de Advanced Analytics, em que são analisados uma expressiva quantidade de dados, em muitos casos com o uso de inteligência artificial, para descobrir padrões ou tendências que gerem insights e estabeleçam previsões.

De acordo com a consultoria Gartner, entre as técnicas mais comuns presentes no Advanced Analytics estão a análise gráfica, semântica e de sentimentos, análise de redes e agrupamentos, estatística multivariada, mineração de dados ou textos, aprendizado de máquina, processamento de eventos complexos, redes neurais, entre outras. 

Cada uma delas examina diferentes tipos e formatos de dados que vão embasar análises preditivas e são exploradas pelos mais diversos segmentos de mercado como seguros e outros serviços financeiros, produtos médicos e farmacêuticos, telecom, indústrias de suprimentos, varejo e bens de consumo etc. A lista é infinita, mas o que torna esses setores comuns são a abundante quantidade de dados disponíveis e um mindset data-driven.

Desafios para implementação de Advanced Analytics

Executivos interessados em fazer uso do Advanced Analytics deparam-se com dois grandes desafios: a escassez de mão de obra qualificada e cultura guiada por dados pouco disseminada.

Existem no mercado uma série de ferramentas voltadas ao Big Data, no entanto, não é tão simples encontrar talentos que possuem conhecimento avançado ou domínio no uso dessas plataformas e das técnicas que precisam ser aplicadas.

Além disso, esses profissionais também precisam saber quais dados a serem avaliados serão relevantes para as análises requeridas, ou seja, são pessoas que vão além da formação em TI e devem apresentar competências ligadas à visão integrada de negócios e orientação para resultados.

Outro aspecto muito importante é ter o mindset data-driven permeado por toda a organização. De nada adianta as áreas de marketing e tecnologia ou Business Intelligence elaborarem os mais sofisticados dashboards se o restante da empresa não direciona esforços ou iniciativas baseados nos insights apresentados.

É certo que nem sempre as previsões geradas trarão insumos para 100% dos departamentos, mas as conquistas e resultados derivados do Advanced Analytics devem ser compartilhados com toda a empresa incentivando a adesão de seu capital humano na busca por performance baseada em dados.

Advanced Analytics com foco em resultado de vendas

Um estudo recém-lançado pela consultoria Bain & Company, mostra exemplos de empresas que implementaram o uso de Advanced Analytics aplicado à vendas e marketing por meio de análises prescritivas.

Por meio da aplicação de estratégia de atração de leads, aplicou-se o Advanced Analytics para encontrar na base os possíveis tomadores de decisão coletando dados que mostravam intenção de compra. Esses usuários então eram impactados por conteúdos personalizados para despertar o interesse de forma mais rápida e eram gerenciados com base no comportamento ao longo do funil de vendas por meio de ativações de marketing que os direcionassem à conversão.

Na área de vendas, o uso do Advanced Analytics foi aplicado inicialmente na análise do pipeline de prospecção e das vendas já efetivadas. Foram analisadas também o potencial de receita das principais ofertas no nível do cliente. Esses dado geraram insights para a elaboração de oportunidades de vendas mais propensas a acontecerem, bastante focadas em ofertas customizadas e trabalhadas de maneira cuidadosa calibrando ações e discurso de vendas. Como resultado, houve um aumento de 15% nas vendas e conquistaram 95% de exatidão na previsão de novos negócios.

Esses e outro estudos e cases disponíveis nos mostram como a evolução do Digital Analytics e do Business Intelligence é uma realidade já aplicada por diversas empresas. O avanço das tecnologias e o aprendizado da máquina aliados ao expertise de profissionais altamente capacitados materializa-se no Advanced Analytics como a resposta mais atual para que os executivos possam prever tendências e antecipar estratégias para conquistar resultados ainda mais excepcionais.

Quer saber mais? Entre em contato e confira como podemos ajudar sua empresa!

SEO, BI & IT Director

Victor Magalhães

Desde 2001 no mercado digital, atua em projetos de performance de SEO/BI para clientes de Grande e Médio porte.